Homens Mulheres

Mantenha a caspa sob controle

Quem sofre com a caspa conhece os desconfortos que ela provoca: coceira, descamação do couro cabeludo e, principalmente, aquele constrangimento de ficar com a roupa escura cheia de pontinhos brancos.

A dermatite seborreica, popularmente conhecida como caspa pode ocorrer com ou sem irritação na pele. As causas ainda não estão esclarecidas. Mas, quando há grande produção de sebo em regiões como couro cabeludo, barba, sobrancelha, orelha, perto do nariz e virilha, as caspas podem aparecer, com ou sem a presença de fungo.

Essa maior produção de sebo pode ser genética ou desencadeada por fatores como estresse emocional, alterações hormonais, banho quente, má alimentação, clima seco, frio, mudanças bruscas de temperatura, produtos cosméticos, entre outros.

Cuide-se!

Apesar de não ter cura, alguns cuidados ajudam a manter a caspa sob controle:

– É fundamental manter as áreas de maior oleosidade limpas. No caso do couro cabeludo, evite longos períodos sem lavar o cabelo e enxague bem para não deixar xampu ou condicionador (Produtos que auxiliam no controle da oleosidade são mais indicados). Já a pele do corpo deve ser lavada e seca diariamente, pois a umidade pode ser um fator agravante; O xampu e condicionador pode ser usado sim, e deve, só precisa enxaguar bem pra não deixar resíduos.
– Não tome banhos muito quentes. Altas temperaturas aumentamM a oleosidade e agravaM o problema;
– Evite a ingestão de alimentos gordurosos e bebidas alcoólicas;
– Mantenha o estresse sob controle.

O uso do xampu anticaspa é muito importante para esse controle, pode ser usado 3 vezes na semana, na fase de sintomas e 1 vez na semana quando já tiver controlado, para manutenção. Existem vários ativos anticaspa, se usar um xampu e o resultado não for bom, experimente outro, com ativos diferentes, até encontrar um que funcione melhor pra você. O importante é não se acomodar achando que o problema não tem solução.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *